Carregando...
JusBrasil - Política
20 de abril de 2014

Maria da Glória Parisotto Mendonça recebe o título de cidadania honorária

Publicado por Câmara Municipal da Maringa (extraído pelo JusBrasil) - 3 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

A pioneira maringaense Maria da Glória Parisotto Mendonça recebeu na última quinta-feira (17) o título de cidadã honorária de Maringá, em sessão solene realizada na Câmara Municipal. A solenidade, presidida pelo vereador Mário Hossokawa, contou com a presença de autoridades do Município, pioneiros e familiares da homenageada. O projeto de lei concedendo o título, iniciativa do vereador Dr. Manoel Sobrinho, teve a aprovação unânime dos vereadores.

Artista plástica, poeta e jornalista, Maria da Glória Parisotto Mendonça é paulista de Regente Feijó, chegou à cidade em 1961 com o esposo, o médico Onofre Pereira Mendonça, que construiu o Hospital Psiquiátrico Maringá. Com participação ativa na administração do hospital, ela foi responsável pelo pioneiro atelier de pinturas, a arte-terapia, como parte integrante do tratamento multidisciplinar; foi ainda professora do Colégio Marista, entre outras atividades.

Em seu discurso, o vereador Dr. Manoel Sobrinho destacou o trabalho de Maria da Glória, enfatizando o fato de ela ser uma mulher de rara sensibilidade, sendo reconhecida em vários países pelo talento artístico: “Maria da Glória é membro honorário de consagradas academias e associações ligadas à arte no Brasil, nos Estados Unidos e na Inglaterra. Tem exibido seus trabalhos em vários países, em exposições individuais ou coletivas, obtendo prêmios nacionais e internacionais nas artes plásticas, na poesia e pelo conjunto de sua obra. Ela viajou pela América do Norte, Europa e África mostrando suas obras e recebendo condecorações. É uma cidadã do mundo, mas que nunca esquece a sua Maringá.”

Amigo da homenageada há muitos anos, o Dr. Manoel Sobrinho finalizou seu discurso falando sobre a emoção daquele momento: “A noite de hoje é especial para mim porque tenho a honra e a oportunidade de tornar esta noite especial para alguém. Alguém muito especial.”

O prefeito Silvio Barros destacou a coragem de Maria da Glória em levar sua arte para vários lugares do mundo, sendo uma embaixadora de Maringá, divulgando a cidade.

“É um orgulho para todos nós ver uma maringaense sendo destaque no exterior. Maria da Glória tem a capacidade de se expressar através da arte e da cultura”, afirmou o prefeito, parabenizando os vereadores pela justa homenagem. “Ela é uma maringaense cidadã do mundo e merece o nosso reconhecimento e agradecimento. Trata-se de uma pessoa querida e respeitada, um exemplo de garra e disposição, que sempre tem projetos e ideias para Maringá”, completou.

Depois de receber do Dr. Manoel Sobrinho o autógrafo da Lei nº 8.846/2010 e o título de cidadania honorária entregue pelo prefeito Silvio Barros, Maria da Glória fez um discurso em que agradeceu a homenagem, falou da sua vida e da sua família em Maringá, do Hospital Psiquiátrico de Maringá, contou fatos sobre a cidade no início dos anos de 1960, citou os ex-prefeitos João Paulino Vieira Filho, Adriano Valente e Silvio Barros, pai do atual prefeito, e as famílias pioneiras, que ela chamou de “famílias guerreiras”.

“É com grande honra e emoção que recebo esta homenagem da linda flor, a mais gentil do norte do Paraná. Maringá é uma cidade que me proporciona alegria e agradecimento. Tive a oportunidade de divulgar Maringá em vários países e associações, inclusive na ONU”, afirmou a homenageada, que enfatizou seu amor por Maringá e pela sua gente no final do discurso: “Há 50 anos chegamos a essa terra. Quero, nesta noite, homenagear os pioneiros que deixaram sua marca nesta cidade. A solidariedade e os laços de amizade entre as famílias perduram até hoje.”



ASSESSORIA DE IMPRENSA - CMM

0 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Atenção, mais de 20% do seu comentário está em letra maiúscula.

ou

Disponível em: http://cm-maringa.jusbrasil.com.br/politica/6594030/maria-da-gloria-parisotto-mendonca-recebe-o-titulo-de-cidadania-honoraria